Reboot! passo á passo (desde minha recaída com 110+ dias)

Discussion in 'New to NoFap' started by Guitóla, May 13, 2019.

  1. Guitóla

    Guitóla Fapstronaut

    5
    0
    1
    Olá companheiros, eu sou o Guitóla, e vou tentar passar pra vocês algumas de minhas experiências atuais com o NoFap, e vou tentar sem me estender muito, explicar os motivos que me levaram a procurar esse programa de recuperação.
    Bom, primeiro eu sou um cara que tenho uma dificuldade enorme com vícios, ja tive vícios com jogos quando era mais novo, ficava internado em vídeo game, depois mais velho comecei a fumar cigarro, e fumava muito, hoje consigo controlar mas pretendo parar de fumar, e depois ainda, com meus 17 e 18 anos eu comecei a usar drogas.
    Sei que aqui não é um espaço pra debater esses tipos de vícios, por isso não vou alongar a conversa.
    De fato, nem as drogas causaram tanto problema na minha vida com a chegada da pornografia na minha cabecinha de muleque. Eu tinha uns 12 anos quando resolvi fazer a M com P, e pra mim aquilo foi totalmente normal. Não era desses meninos que saem 12x na mão em um dia, mesmo na puberdade, porém, eu comecei a desenvolver esse vicio la pros meus 19 anos (hoje tenho 23), devo dizer que nessa época eu tive uma grande escalada para tipos mais "sujos" de categorias de P, e eu ficava entorpecido de dopamina vendo todo tipo de lixo que eu encontrava. Antes de começar, quero deixar claro que eu sou um homem comum, tenho 1.70 de altura, meu penis está na média, até um pouco acima,(aqui vocês já me entenderam) mas vídeos onde eu me via humilhado e desprezado eram os que eu mais sentia prazer.
    Um tipo de adrenalina com dopamina que subia na minha cabeça e eu ficava extremamente exitado, e culpado logo em seguida obviamente, com vergonha até de sair de casa.
    Antes de continuar, quero deixar bem claro que eu ja cheguei em 110+ dias de nofap hardmode ,ai recai, tive varias tentativas, e foi muito ruim pro meu psicológico, cai mais uma vez em depressão, estou tendo ansiedade social bem alta, e eu não vou escrever os tipos de videos que eu assistia, pois não sei se é permitido pelo site, mas no entanto, eu desenvolvi algumas parafilia que me fizeram desenvolver o famoso HOCD, e que depois de 110 dias parecia ter sumido, agora voltou como um fantasma pra me assombrar.
    Realmente trágico.
    Minha idéia é postar aqui o meu diário de recuperação até pelo menos meus 90 dias de reboot, e ver se posso ajudar alguém e também receber ajuda. Não sei se alguém vai ler, mas mesmo assim, obrigado pelo espaço que me foi concedido.
     
  2. Guitóla

    Guitóla Fapstronaut

    5
    0
    1
    Dia 1: (o que eu lembro, pois escrevi no dia 2 para o 3).
    Sentimento de cansasso e aumento da temperatura corporal, passando por momentos intensos de calorão, suando e me sentindo
    desconfortável.
    Andar me parece desconfortável, não tenho energia para fazer o mesmo e sinto que meu corpo está respondendo de forma mais "afeminada", pois sinto que minha energia masculina se foi devido ao gasto de energia vital.
    Tenho delírios, diversos pensamentos e imagens sexuais passam pela minha cabeça, me sinto sujo, e tenho vergonha extrema de olhar nos olhos das pessoas (parece que tem uma trava no meu pescoço), e não consigo obter respostas comportamentais positivas das pessoas (aqui também entra a necessidade de agradar a todos).
    Uma neblina nos pensamentos e um sentido de estar extremamente entorpecido tomam conta do meu dia.
     
  3. Guitóla

    Guitóla Fapstronaut

    5
    0
    1
    Dia 2:
    completo 3 dias agora as 23h do dia 12, já me sinto um pouco mais estável mentalmente, porém alguns pensamentos antigos (em uma menor escala), voltaram a me perturbar (hocd).
    Importante deixar claro que comecei o nofap por motivos que envolvem a frustração e a angústia de ser um viciado, que escalou para graus mais pesados de categorias, fetiches de humilhação, e até práticas que nunca foram naturais na minha vivência.
    Bom, de qualquer forma, o dia 3 está se completando hoje, e eu já me sinto melhor com relação ao 1° dia e o segundo, mas ainda sinto muita ansiedade social, problemas com auto estima e auto imagem, e perturbação com pensamentos intrusivos.
    Percebi melhora na capacidade de raciocínio quando estou sozinho, mas sinto uma espécie de neblina que cobre meus pensamentos quando estou com mais pessoas.
    Minha memória está bem mais fraca com essa recaída, não sinto apetite e tenho dificuldade para comer, e estou indo dormir bem tarde de certa forma. As pessoas não notam minha presença de forma positiva, ninguém parece se importar com a minha presença, e um sentimento de depressão apareceu, porém eu tenho esperança de chegar nos 90 dias novamente.
    Mensagem do dia: estou ansioso para minha aula que vai acontecer na quinta feira (hoje ainda é domingo), tenho um sentimento de incapacidade e medo de não conseguir me livrar do hocd.
     
  4. Guitóla

    Guitóla Fapstronaut

    5
    0
    1
    Dia 3:
    Forte dores de cabeça, enjoo após alimentação (principalmente após o leite), um pouco de indisposição, compulsão por assistir vídeos no youtube, sono muito pesado (acordando muito tarde), e um pouco de pensamentos obsessivos, ainda relacionado ao hocd, porém melhor do que nos primeiros 2 dias.
    A evolução com relação aos primeiros dias já é visível, e houve uma melhora na questão da dismorfia ao andar e na minha auto imagem.
    Porém ainda existe uma dificuldade de raciocínio e também me sinto ainda em um cárcere mental, mas já é bem mais confortável do que antes.
    Tem também uma forte tendência a me fantasiar, e nesses momentos minha líbido fica alta, porém ainda não é uma libído saudável, pois sinto que ela acaba por morrer com facilidade (o que é bom nesse processo) mas sinto uma pequena vontade de acessar sites pornográficos.
    Ao fim do dia 3, fui pesquisar sobre fetiches e parafilias, e o que lí foi algo que eu já sabia, porém ao encontrar alguns dos fetiches que me estimulam, fiquei altamente tentado à abrir sites e me masturbar vendo esses tipos de vídeo.
    ALGUNS NOMES COMO : CUCKOLD, SPH, DENIAL, BDSM, MISTRESS, RUINED, HUMILIATION, USELESS DICK,FEMDOM, INVERSÃO DE PAPEIS.Termos de humilhação em geral.
    Só ler esses nomes pode me causar efeitos catastróficos na mente, aumentando o meu libÍdo de forma extrema, principalmente no inicio do processo de reboot.
    preciso me libertar da importância que dou pra esses NOMES, que foram me apresentadas pelos sites como coisas normais, e que através dos picos de dopamina, me tornaram viciados nesse tipo especifico de vídeo. (Fetishes porn induced).
     
  5. ledener

    ledener Fapstronaut

    E ae cara, BR aqui também (RJ).
    Como vai? tá conseguindo seguir?
    Eu me masturbei mais de 10 anos mas felizmente não escalei até o mundo mais obscuro. Cheguei no maximo ao porno amador (que já me incomoda demais saber que os videos não são consentidos). Mesmo assim, tento não ficar com a mente nisso. Tive uma polução noturna esses dias. Estou no dia 18 e realmente o que você falou sobre ter esgotado a energia masculina eu também senti na epoca forte de PMO, a nossa presença fica desprezível pelas meninas, sem magnetismo nenhum.
    PORÉM, ao resistir e chegar no dia de hoje (que ainda não é muito) me sinto muito mais confiante e capaz de mediar uma conversa legal e atrativa com as mulheres.

    Espero que cada vez mais meus efeitos positivos aumentem, inclusive, consigo ficar facilmente longe da maconha, coisa que eu não conseguia enquanto me masturbava
     
  6. Guitóla

    Guitóla Fapstronaut

    5
    0
    1
    Legal cara, que bom que você nao precisou se "afundar" para entender o real prejuízo da pornografia.
    To conseguindo sim, 14 dias hoje, to numa deprê forte, mas vai passar, eu já experimentei ficar limpo, e vou conseguir mais uma vez, não quero mais isso na minha vida. Continua que você vai ver, nofap é uma chance de viver uma vida de plenitude, onde você é uma pessoa que gosta de si mesmo, e todo mundo vai gostar de você, e te respeitar.
    Tamo junto
     

Share This Page